Os nosso projecto

Tem sido objectivo desta associação, criar uma resposta social, que visa dinamizar regularmente actividades sóciais, culturais, educacionais e de convívio.

Este projecto pretende minimizar a solidão, o isolamento e a exclusão social dos nossos idosos e aproveitar a sua sabedoria para uma “troca” de experiencias inter e intra-geracionais. Para isto ser possível precisamos de um espaço e uma logística.

O espaço, já foi conseguido com ajuda de muitos populares, com ajuda de todos comprámos um terreno e agora falta construir algo onde possamos fazer um centro de dia, lar de idosos e possivelmente um infantário, salão para diversas actividades e um parque onde as nossas crianças possam brincar.

Aos poucos vamos conseguindo atingir os nossos objectivos, no terreno comprado já foi construído uma “mini” sede onde temos um bar, salinha, wc, que nos vai permitindo organizar alguns eventos para angariar fundos.

Cabe aqui uma palavra de apreço e agradecimento a todos os que têm que contribuído para que este sonho se torne realidade.

As nossas instalações

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Noticias sobre a nossa feira

Retirado do site: www.amicor.com

“Uma associação é um centro de preservação das tradições rurais do nosso povo”. Palavras de António Plácido Ferreira Pedro, presidente da colectividade, procurando explicar o motivo da realização da Feira à Moda Antiga em Casas Novas. Ao Correio de Coimbra, António Pedro afirmou que “a ideia partiu da Margarida e da Susana, jovens voluntárias da associação”, explicando que “o certame foi um pretexto para recordar as formas tradicionais de comércio praticadas em tempos não muito idos”. Porém, reconheceu, “a iniciativa, também visando mostrar a dinâmica da Associação Cultural e a dedicação dos dirigentes e associados, teve um carácter solidário de angariação de fundos”. “Pretendemos construir um Centro Social, com centro de dia para os seniores da terra, e um pavilhão gimnodesportivo para os jovens praticarem diversas modalidades desportivas”, defende o presidente da colectividade, avançando que para a implantação da infra-estrutura “temos terreno adquirido há 22 anos pela população, já com essa finalidade, e vontade de trabalhar no sentido de concretizar o projecto”.


Para Antonino Antunes, presidente da Junta de Freguesia de S. Martinho do Bispo, “a ideia foi magnífica”, lembrando que “a colectividade, com mais de 60 anos, já viveu tempos áureos com a prática do atletismo”. E explicou: “o projecto idealizado é ambicioso, mas muito importante para a população local”, porque “precisamos de um espaço social para os idosos e uma área para desenvolver actividades culturais e a prática desportiva”. “A Junta de Freguesia está disponível, dentro das possibilidades, para colaborar, material e institucionalmente, na concretização do projecto”, prometeu.

As idealistas do evento estavam entusiasmadas com a realização do certame. “Já passaram por aqui centenas de pessoas”, salienta Susana Ferreira, para afirmar que “a feira à moda antiga e a feira de artesanato estão a ser um sucesso, com a venda de produtos hortícolas, peças de artesanato, doces regionais e petiscos”. Para Margarida Ventura “a iniciativa foi uma viagem no tempo, recuperando usos e costumes do nosso povo”. E salientou: “Valeu não só pelos fundos angariados, mas também pela oportunidade de dar visibilidade a um projecto tão importante para a população”.

O evento arrancou, sexta-feira, com um baile popular animado pelo grupo Duo Oásis, que actuou gratuitamente, no apoio à angariação de fundos. Dia 24, teve início a Feira à Moda Antiga, com a venda de diversos produtos agrícolas e utensílios domésticos, e a Feira de Artesanato com cestaria, bijuteria, rendas. Ao fim da tarde, teve lugar um “Jantar Solidário”, que contou com elevado número de participantes. À noite houve Karaoke. Ontem, continuaram as feiras, com animação popular e jogos tradicionais. Durante o evento, a tasquinha de petiscos e bebidas registou constante movimento, em todos os períodos de funcionamento das feiras e da animação popular, contribuindo também para “a angariação de receitas”.

O calor apertou mas não desmobilizou o público, ou melhor, os fregueses que visitaram a primeira edição da Feira à Moda Antiga e Feira de Artesanato de Casas Novas. Se por um lado o objectivo foi reviver tradições antigas e proporcionar animação à aldeia e mostrar o dinamismo do clube, por outro foi também intenção da colectividade dar visibilidade ao seu projecto e angariar fundos para a construção de uma infra-estrutura polivalente. Num e noutro caso, a iniciativa foi bem sucedida, contando, essencialmente, para isso a boa organização e a entreajuda de directores e colaboradores, com destaque para a empresa “Multideias” que apoiou na animação popular, e a visita de centenas de pessoas.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Novidades

No nosso evento vamos ter umas surpresas.....


Haverá também pinturas faciais.....

Modelagem de balões.....

Apareçam :) para ver

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Programa do nosso evento

Dia 23 Sexta-feira


22H Baile com DUO OASIS

Dia 24, Sábado

9H30 Inicio Da Feira/mercado

10H Abertura do bar com petiscos

19h30 Jantar solidário

*grelhada mista

*pataniscas

*arroz de feijão….

Dia 25, Domingo

10H Abertura da Feira

12H30 Almoço convívio, cada um leva o seu farnel

14H30 Jogos tradicionais